fbpx

Periquito Australiano: como criar do jeito certo?

01/10/2020
Periquito australiano em casal na natureza

Você sabia que o periquito australiano é o terceiro animal de estimação mais tido no mundo inteiro?

Isso mesmo, ele só perde para o cachorro e para o gato. Isso se dá pela facilidade de cuidar dessa ave, que é praticamente um papagaio de pequeno porte. 

Uma das principais dúvidas das pessoas que querem adotar um periquito como animal de estimação é sobre como cuidar dele, e como criá-lo dentro de casa.

Por isso, hoje, nesse artigo vamos falar de como criar um periquito australiano e quais as principais necessidades dessa ave. 

Continue com a gente e boa leitura! 

É permitido ter um periquito australiano em casa?

Existem espécies de aves que necessitam da permissão do IBAMA para viverem em cativeiro, no entanto o periquito australiano está fora dessa lista. Assim como as calopsitas e os canários, os periquitos são propriamente tidos como domésticos. 

No entanto é preciso ficar atento a  Lei 5197 , Art. 1º que diz: “Os animais de quaisquer espécies, em qualquer fase do seu desenvolvimento e que vivem naturalmente fora do cativeiro, constituindo a fauna silvestre, bem como seus ninhos, abrigos e criadouros naturais são propriedades do Estado, sendo proibida a sua utilização, perseguição, destruição, caça ou apanha”.

Isso significa que, se o objetivo do criador for a comercialização, criar uma ave em cativeiro pode ser considerado crime ambiental. A Exceção fica para o caso do periquito australiano. Mas aves como os papagaios, precisam de registro no IBAMA, pois este é o órgão responsável pela fiscalização do processo de compra e adoção. 

Prepare a casa para sua nova companhia

periquito australiano azul

O periquito australiano precisa de um ambiente tranquilo para viver, pois é um animal de hábitos diurnos e descansa muito durante a noite. Quando está na natureza, costuma sair para buscar alimentos para os filhotes durante o dia. 

A gaiola que deve ser usada para esses animais precisa ser pequena para que eles não sintam-se isolados e feita de arames finos. Sempre conter um poleiro de acordo com o tamanho dos pés da ave e vasilhas de água e comida. 

É interessante também que no fundo haja uma pequena grade separadora, para que o animal não entre em contato com as próprias fezes. E se a personalidade da ave for tranquila, dá até para o viveiro ter aberturas nas laterais ou na parte de cima. 

Principais cuidados com o periquito australiano

O primeiro cuidado que você tem que ter com esses bichinhos é com a higienização da gaiola. É que normalmente eles são bagunceiros, então a limpeza deve ser feita diariamente, a fim de retirar restos de comida e as fezes. 

Também é importante lavar o fundo da gaiola dia sim, dia não e retirar o animal uma vez por mês para desinfetar a gaiola inteira. 

Uma característica dos pássaros é se molhar vez ou outra, então é interessante deixar uma banheira pequena com água para que eles se molhem quando der vontade, visto que não precisa que você dê um banho neles.

Sempre que o recipiente de água estiver vazio, troque imediatamente, assim o animal não ficará desidratado. Lembrando de que alguns sinais de saúde do periquito australiano são:

  • O brilho em suas penas;
  • Narinas secas e sem secreção ;
  • Estar alerta e sociável.

O que dar de comida para essas aves? 

O periquito australiano é um animal que não exige muito do tutor sobre os cuidados com a alimentação. Em sua dieta podem constar verduras como espinafre, alface, brócolis e rúcula, além de grãos do tipo painço ou níger.

Entre as frutas que podem fazer parte da alimentação estão goiaba, pera, maçã e banana. Normalmente o periquito australiano gosta mais das sementes do que da polpa da fruta. Mas é recomendado que o tutor evite dá-las.

Uma outra opção de alimentação para as aves em cativeiro é a ração específica para a espécie. Sempre opte pela comida empacotada, pois as que são vendidas a granel podem se misturar com rações de gato e cachorro que fazem bastante mal para o periquito. 

Gostou do nosso artigo? Compartilhe com os amigos! Se precisar de ajuda ou tiver algum outra dúvida, fale com a Animale. Temos sempre um especialista pronto para lhe atender.

%d blogueiros gostam disto: