fbpx

Roedores de estimação: que cuidados devo ter?

15/10/2020
roedores de estimação são fofos

Eles são fofos, pequenos, engraçados e muito legais para criar. De quem estamos falando? Claro que dos roedores de estimação.

Quando o assunto é criar um pet os primeiros animais que vêm à mente são os cachorros e gatos. Mas os roedores também têm um grande mercado e já conquistaram o carinho de muita gente.

O melhor de ter um roedor de estimação é que existem diferentes espécies para escolher e cada uma delas possui características específicas.

E gente , não, não são todos ratos! Eles até podem ter a cara parecida, mas são diferentes. Geralmente mais fofos, mais graciosos, menores e nada assustadores, por exemplo.

Vamos entender mais sobre esse bichinhos maravilhosos? 

Qual o habitat dos roedores de estimação?

Além da gaiola, os roedores de estimação precisam de uma estrutura própria para eles. Mas não se assuste, não é nada muito trabalhoso. Entre as coisas de que precisam estão: toca, bebedouro, substrato, brinquedos e potinho para comida.

É sempre importante deixar o ambiente bem ventilado. Mas atenção, é ventilação natural, nada de ligar um ventilador na velocidade máxima para os bichinhos, eles não gostam tanto quanto você. 

Dá deixar eles soltos um tempinho? Até dá, mas com supervisão de perto. Digamos que os roedores de estimação são bem curiosos e sairão por aí cutucando tudo que verem pela frente. Se não tiver cuidado, eles podem acabar roendo fios e móveis da casa, por exemplo. 

Ah, e vale lembrar que o lugar mais seguros para eles é dentro da gaiola mesmo. Se ficarem soltos por muito tempo, você pode acabar pisando neles e isso seria trágico. Então lembre-se de mantê-los seguros e com os cuidados necessários.

O que esses bichinhos comem? 

roedores de estimação comendo

A alimentação dos roedores domésticos deve ser bem balanceada, para evitar problemas de saúde. Geralmente recomendamos que a base da alimentação deles seja de ração peletizada e complementada com frutas e legumes.

A alimentação é de extrema importância até para evitar doenças que podem ser fatais para esse animais. E falando em saúde, algumas doenças que aparecem em espécies como o hamster anão russo, por exemplo são as seguintes: 

  • Diarreia ao ingerir doces ou muita verdura;
  • Queda total de pelo caso falte vitaminas;
  • Conjuntivite por excesso de pó na gaiola;
  • Paralisia neurológica ou perda de movimento das patas traseiras, normalmente por conta de traumas ou quedas.

Tipos de roedores de estimação

Se você quer saber quais os tipos de roedores de estimação pode criar em sua casa, fizemos uma rápidas lista com as principais espécies. 

Camundongos – São menores e mais orelhudos que os ratos, possuem de 6 a 10 centímetros, com uma cauda que pode chegar ao mesmo tamanho do corpo. Geralmente vivem cerca de 2 anos e são bem sociáveis. 

Porquinho da Índia – São animais um pouco maiores e uma boa opção entre os roedores domésticos. Chegam a 25 cm e têm expectativa de vida de 5 a 8 anos. São muito fáceis de conviver em grupo e é ideal manter mais de um na gaiola. Só não deixe macho e fêmea, pois procriam muito rapidamente. 

Hamster – Esse talvez seja o mais famosos da lista. São pequenos, adoráveis e muito divertidos. Adoram exercícios físicos e costumam ser sociáveis, a menos quando falamos de outros da mesma espécie, pois são bem territorialistas. Medem de 7 a 15 cm e chegam a viver 2 anos. 

Esses são os mais populares e comuns roedores de estimação. Gostou da lista? Na Animale você encontra algumas opções para ser seu companheiro. entre em contato e saiba tudo o mais que precisa saber sobre esses fofinhos. 

Até a próxima! 

%d blogueiros gostam disto: