fbpx

CHOW CHOW: TUDO SOBRE NOSSO XODÓ DE LÍNGUA AZUL

23/07/2020
Chow Chow de língua azul

Se você já passou por um cão da raça Chow Chow é impossível que não tenha se perguntando se era de fato um cachorro, um leão ou um urso. Mas independente da dúvida, esses cachorros mega peludos, fofos e de aparência bem chamativa ganharam o coração de muita gente por aí.

Porém você sabe quais os cuidados que precisa ter com os Chow Chow? Conhece a história dessa raça? E sabe quais outras características físicas ele possui além dos pelos? Fique ligado nesse artigo que preparamos para você com todas as informações importantes sobre esses “ursinhos que latem”. 

Origem do Chow Chow 

Chow Chow em sua terra natal, a China.

Vamos deixar você pensar um pouco e responder: de onde veio o Chow Chow? Hmm… isso mesmo, da China! Essa raça existe desde o ano 100 nas terras orientais e na época foram criados para serem imponentes cães de guarda e de tração. Era comum ver esses cachorros protegendo alguém ou puxando pequenas carroças, por exemplo.

Apesar de sua origem chinesa ser a mais aceita, ainda há relatos de que a história é um pouco mais antiga. Dizem por aí que sua ancestralidade vem da Sibéria e da Mongólia. Então só depois foi levado às terras chinesas, onde foi mais popularizado.

Os Chow Chow eram muito admirados pelos camponeses da época e outro emprego que tinham era o de cães de briga, nas rinhas da época. Que maldade!! 

Já no Ocidente…

A chegada desses peludinhos no Ocidente se deu por meio das constantes negociações entre China e Inglaterra. Os navegantes chineses levavam sempre seus cães nas viagens à Terra da Rainha, o que despertou a atenção dos ingleses. Mas só por volta de 1880 a raça se popularizou, após ela fazer parte das espécies encontradas nos zoológicos londrinos.

Nessa época, a raça recebeu inclusive a ilustre visita da Rainha Vitória, que era apaixonada por animais. Nós já citamos ela por aqui em outro artigo

Ainda na Inglaterra, o Chow Chow passou por uma série de modificações para ficar com uma aparência mais musculosa e maior. Então somente em 1890 se deu sua primeira aparição nos EUA e a American Kenel Club o reconheceu oficialmente em 1903.

Características físicas do Chow Chow

Vamos começar por uma peculiaridade: a língua azul. Quem conhece a raça sabe dessa característica  dos Chow Chows. E outra parte bem marcante de sua aparência é a pelagem macia e densa, tanto os pelos quanto os subpelos.

Curiosidade: Uma lenda chinesa diz que quando Deus estava pintando o céu de azul, deixou cair algumas gotas da tinta na Terra. O Chow Chow seguiu o rastro da tinta e a lambeu. Desde então sua língua ficou nessa coloração.

A sua coloração é geralmente bem uniforme, variando normalmente entre as cores preto, vermelho, creme e canela. No entanto o mais comum é a coloração avermelhada, variando principalmente entre o castanho claro e o mogno. Um show de beleza! 

Chow Chow é uma raça de porte mediano, podendo chegar aos 56 cm de altura e pesar até 35 kg em condições saudáveis. Vale ressaltar que todo cuidado com seus pelos e com sua rotina de alimentação é pouco. 

Personalidade Forte e protetora

Chow Chow filhote domrindo no chão

A gente sabe que o Chow Chow é muito convidativo para crianças e adultos se agarrarem aos seus pelos macios. Mas não se engane, eles não são lá muito chegados a carinhos demais e afagos. Digamos que há um espírito de gato num corpo de cachorro. 

Isso porque possuem uma atitude bem reservada, independente e até um pouco teimosa. Essas características que você precisa ter em mente ao escolher ser tutor de um Chow Chow. Ah, e não espere pulos de alegria porque você voltou para casa depois do trabalho, eles vão no máximo olhar de canto e continuar o que estão fazendo.

No entanto, por serem bastante inteligentes, é fácil adestrar esses amiguinhos da língua azul. Além de fácil, é extremamente importante adestrá-los ainda filhotes se você espera um bom relacionamento entre o cão e as crianças. No adestramento ele acabará aprendendo a socializar melhor.

Como dissemos mais acima, as origens do Chow Chow estão ligadas a proteção, isso faz com que eles sejam muito territoriais. Se alguém desconhecido invadir seu espaço, provavelmente terá problemas. Ele não é muito paciente, então geralmente ele vai latir depois de morder o estranho.

Lembre-se, eles são introspectivos! Mas em certa fase da adolescência tendem a desafiar os donos e qualquer outro que se coloque contra o que ele quer fazer. Apesar de não apresentar muitos comportamentos destrutivos enquanto filhotes, com o passar do tempo isso pode mudar. Deixe claro que você é o chefe do bando!

Atenção aos cuidados e saúde do Chow Chow

Como de costume, vamos ao checklist de cuidados com a higiene e a saúde dessa raça. Assim você estará ciente de algumas coisas que precisará fazer. 

Higiene

  • Escovar pelagem diariamente;
  • Adotar cronograma de limpeza dos olhos;
  • Banhos semanais ou quinzenais com uma secagem muito bem feita;
  • Verificar as orelhas para evitar acúmulo de sujeira;
  • Cortar as unhas com regularidade;

Saúde

  • Olhos: A raça pode ser acometida de uma doença chamada entrópio, onde a pálpebra fica invertida e volta-se para dentro do globo ocular. Fique atento pois ela pode levar à cegueira;
  • Quadril: Displasia de quadril é uma doença típica de cães de porte médio e grande, que pode acarretar em imobilidade do cachorro. É uma condição que ocasiona a soltura das articulações da anca do animal. Evite exercícios extenuantes para prevenir essa doença;
  • Pele: Por ter uma pelagem muito densa, a dermatite pode acabar acometendo o Chow Chow. A principal dica é cuidar muito bem do pelo, lavando e secando com a mesma eficiência, evitando o acúmulo de sujeiras e a umidade.

Gostou do nosso artigo? Quer saber mais ainda sobre essa raça maravilhosa e cheia de personalidade? Entre em contato com a Animale, teremos o maior prazer em lhe ajudar. 

%d blogueiros gostam disto: