• home
  • Blog
  • Como adestrar o Husky Siberiano de forma simples e prática

icone-calendario 27 de outubro de 2021

Como adestrar o Husky Siberiano de forma simples e prática

Os cães Siberianos, são bastante alegres e terrivelmente energéticos. Além disso, eles são reconhecidos por serem teimosos e, por esse motivo, se tornam um pouco difíceis para lidar no dia a dia. Mas nada que uma boa forma de adestramento não resolva. Por isso, separamos algumas dicas para você começar a praticar com seu Husky de uma forma simples e prática. Continue com a leitura. 

Compreenda o Husky

O primeiro passo é reconhecer esse treinamento, como uma prática essencial para conhecer melhor o cachorro peludo. Então, entenda como uma oportunidade de se aproximar mais e aprimorar a sua comunicação com ele. Entendendo mais quais são as linguagens de comando mais eficientes para ele entender você, e você, a ele. 

Tenha uma posição alfa

Os cães siberianos são da matilha e por serem designados dos povos caçadores-coletores, possuem instintos fortes e por seguirem uma hierarquia, são animais, além de teimosos, também independentes. Por isso, seja firme e não dê brecha ao cão. Caso contrário, você poderá sofrer sérias consequências com maus comportamentos. 

Além disso, não a trate de igual pra igual, sempre comunique-se com ele, de um jeito que entenda que é você quem manda em todas as coisas que vocês vão fazer juntos – comer, passear, brincar e outras coisas. 

Inicie o treinamento desde cedo

Assim como outras raças precisam ser ensinadas desde cedo a seguir regras que seus tutores impõem, com os Siberianos não são diferentes. Eles precisam saber desde muito cedo quais são os limites, o certo e o errado.

No entanto, um Husky Siberiano filhote pode ser ensinado desde os seus primeiros meses, o mais indicado nos seus 3 a 4 meses. Mas, isso não quer dizer que um Husky um adulto também não possa ser adestrado. O processo é um pouco mais árduo, mas é possível.

Saia com seu Husky Siberiano com um Guia 

Para um cão forte como um Siberiano, uma guia pode ser um ótimo recurso para ensiná-los durante uma caminhada em locais abertos. Nesses casos, você pode explorar os comandos, treinando-o a vir até você, por exemplo. E se algo sair do controle, você tem a guia para não deixá-lo fugir ou se rebelar.

Não mude de opinião

De nenhuma forma facilite para um Husky, assim como crianças que se aproveitam quando você abre uma brecha nos ensinamentos ou quando muda de opinião, o cachorro peludo também pode se aproveitar muito bem disso. 

Elogie e recompense seu Husky

Quando você começar a aplicar os ensinamentos de comandos e o seu Husky obedecer, não esqueça de recompensá-lo pela boa ação com carinho ou até mesmo petiscos. Demonstre que ele está fazendo certo, pois é a melhor forma de incentivo, para ele continuar assim.

Os elogios são outra coisa essencial, quem não gosta de ouvir algum, não é mesmo? Por isso, toda vez que ele acertar em algo fale “Muito bem”, “Isso aí amigão” ou “Continue assim”. Pode ter certeza que um Husky ama elogios e tendem a ser cada vez mais fiéis, quando percebem que seus tutores estão orgulhosos. 

Tenha paciência e ensine-os com amor

Como comentamos aqui, os cães siberianos são muito independentes. Realizar o devido adestramento não vai ser uma tarefa fácil. Não desista, mantenha a firmeza e demonstre afeto. Faça com amor, é isso que no fim das contas, mais importa para o cachorro peludo. 

Mantenha os Huskys longe dos felinos 

Os Huskys Siberianos não são violentos, mas, tendem a se estranhar com felinos, como os gatos. Então, evite deixá-los perto de um que possa distrair o cão dos devidos ensinamentos. 

Conclusão:

Gostou dessas dicas? têm praticado com o seu Husky ou já praticou? Então comenta aqui nos comentários a sua experiência e ajude outras pessoas. 

Saiba mais: https://www.animalepetshop.com.br/blog/husky-siberiano-tudo-o-que-voce-precisa-saber-sobre-a-raca/

Instagram:  https://www.instagram.com/animalepetshop/


Posts Relacionados

obesidade-nos-cachorros


12 de fevereiro de 2014 Ver mais >
castracao-evita-doencas


14 de fevereiro de 2014 Ver mais >
ilustrativa-newsletter

Cadastre-se e receba novidades no seu e-mail