• home
  • Blog
  • Tudo o que você precisa saber antes de criar um Pinscher

icone-calendario 23 de dezembro de 2021

Tudo o que você precisa saber antes de criar um Pinscher

O Pinscher é uma raça muito companheira e muito apegada com os seus donos. Vamos saber mais sobre eles? Neste artigo iremos mostrar fatos importantes para você ter o seu Pinscher.

Cachorro da raça Pinscher deitado

Origem do Pinscher

A origem da raça não é precisa. Alguns especialistas apontam que a raça surgiu na Alemanha há cerca de 200 anos. A raça já foi retratada em algumas pinturas antigas, o que é um fato que mostra que o eler é bem antigo. Antes da Primeira Guerra Mundial o Pinscher era muito popular na Alemanha, porém com o fim da guerra a quantidade de cachorros diminuiu muito. Entretanto, a raça já havia chegado aos Estados Unidos e depois disso chegou ao Reino Unido e à França.

Características do Pinscher

Ele é um cão pequeno, com orelhas pontudas e olhos escuros e redondos. Seu pelo é curto e liso. As cores variam entre marrom, vermelho e preto.

Tamanho e porte do Pinscher

Ele pode ser um cão de pequeno porte, mas o seu tamanho e peso varia de acordo com o seu tipo. Essa divisão não é oficial, entretanto os criadores brasileiros fizeram para saber o peso de cada um. No geral, o tamanho varia entre 25 e 30 centímetros.

Pinscher 0: o menor da raça. O peso é em torno de 2,5 quilos quando adulto

Pinscher 1: um pouco maior, ele chega até aos 3 quilos.

Pinscher 2: maior que o 1, ele chega até os 4 quilos.

Pinscher miniatura: o maior da raça, pode chegar até os 6 quilos.

Personalidade da raça

Eles são muito ativos e cheios de energia. Estão a todo momento correndo e buscando algo para brincar. Essa raça tem personalidade forte e pode ser que eles acabem se tornando teimosos. O adestramento, se possível desde filhote, pode ajudar muito a diminuir a teimosia e impor limites ao cãozinho.

Por serem bem corajosos e estarem dispostos a defender sua família eles podem ser excelentes cães de guarda, pois ao menor sinal de perigo eles vão latir muito e alertar sua família.

Quando socializado desde pequeno ele se torna mais amigável com todos, mas ele é extremamente apegado e fiel com a sua família.

Cuidados com o Pinscher

De maneira geral, é uma raça fácil de cuidar. É preciso estar atento com a sua alimentação e algumas doenças genéticas que a raça pode desenvolver como luxação patelar e doença de Legg-Calve Perthes, que afeta os ossos. Prestar atenção aos sintomas e levar imediatamente ao veterinário ao sinal de algo errado.

Uma rotina de exercícios físicos é importante para gastar energia e manter o peso. Brincadeiras e caminhadas de intensidade moderada devem ser suficientes.

Os cuidados com o pêlo não são tão grandes, mas por serem curtos, ele pode sofrer com o frio.

Cuidar da higiene dos olhos, orelhas e dentes também é importante para evitar o aparecimento de doenças.

Conclusão

São excelentes companhias para a família e vão animar o ambiente com a sua energia e amor, embora exijam a atenção com alguns comportamentos, com paciência eles serão muito fiéis com seus tutores. Para saber mais sobre o Pinscher visite o nosso blog.

Saiba mais em:

Pinscher: Porque são tão bravos? Conheça mais sobre esses pequenos (animalepetshop.com.br)

Pinscher: saiba tudo sobre essa raça de cachorro pequeno (patasdacasa.com.br)


Posts Relacionados

obesidade-nos-cachorros


12 de fevereiro de 2014 Ver mais >
castracao-evita-doencas


14 de fevereiro de 2014 Ver mais >
ilustrativa-newsletter

Cadastre-se e receba novidades no seu e-mail