• home
  • Blog
  • Vacinas para cães: quais o meu cachorro deve tomar?

icone-calendario 10 de fevereiro de 2021

Vacinas para cães: quais o meu cachorro deve tomar?

wDKGQiaI

Assim como os seres humanos, cães e gatos precisam estar em dias com as vacinas para que sua saúde fique estável e seu organismo esteja protegido. A vacinação é um cuidado essencial, pois por meio dela seu pet fica protegido de doenças infecciosas e contagiosas que podem até ser fatais.

É claro que é muito importante dar atenção à saúde do animal. Cachorros e gatos apresentam problemas diferentes e muitas vezes específicos, por isso também possuem vacinas próprias, para ajudar a conter o avanço ou a propagação de patologias. 

Muita gente só se atenta à vacinação contra a raiva, no entanto, há uma série de vacinas obrigatórias para os cães e gatos. Hoje vamos falar de algumas das mais importantes para os cães. Vamos conferir? 

Vacina para cães 

Como já dissemos, a vacinação é extremamente necessária para a prevenção de doenças perigosas. Além disso, cada espécie tem suas vacinas obrigatórias, então é importante ficar atento ao período de vacinas na rede pública ou levar seu animal para ser vacinado com um médico veterinário em clínicas e centros especializados. 

A vacinação dos cães é um caso de saúde pública. O “efeito rebanho” causado pela vacinação faz com que quanto mais animais forem vacinados, menor seja a chance de doenças comuns tomarem grandes proporções. Por isso manter o cartão de vacinação do seu amigo atualizado é importante demais! 

O protocolo de vacinação dos cães deve começar quando eles ainda são filhotes, com até 2 meses de idade, para garantir uma proteção completa contra doenças. Mas essas vacinas iniciais precisam ser reforçadas: a 2ª dose com 3 meses e a 3ª dose com 4 meses. 

Outras vacinas e doenças evitadas

Após essas primeiras 3 doses, o animal precisará de reforços anuais das seguintes vacinas: V8, V10 e V12, que serão responsáveis por prevenir várias doenças, são elas:

  • Cinomose (canina): virose que afeta os órgãos respiratórios, apresentando sinais de febre e secreções purulentas. Além disso, ela também atinge o sistema nervoso. É uma doença de alto risco, podendo os cães à morte;
  • Parvovirose (Parvovírus Canino):  vírus que atinge o trato digestivo dos pets. Causa diarreia, febre e imunossupressão. Também é uma doença de grande risco de levar os cães ao óbito caso não seja rapidamente diagnosticada e tratada;
  • Hepatite Infecciosa (Adenovírus Canino 1 – CAV – 1): afeta o fígado dos cães. Gera febre e diarreia sanguinolenta. Nos quadros mais graves pode acabar causando problemas no sistema nervoso. Também pode causar a morte dos bichinhos;
  • Leptospirose: pode ser causada por diversos tipos da bactéria Leptospira. Ataca os rins e o fígado, também podendo levar o pet ao óbito. Além disso, pode ser transmitida aos humanos;
  • Coronavirose (Coronavírus): é bem semelhante à Parvovirose. Também é conhecida como gastroenterite infecciosa canina;
  • Parainfluenza: é uma virose que causa sinais respiratórios como tosse, secreções e febre. Pode ser um dos agentes relacionados com a Tosse Canina, contudo, não é o mais comum.

Outras vacinas recomendadas são: antirrábica, na prevenção da raiva, a Traqueobronquite infecciosa canina, que atua contra a Tosse Canina, a Giárdia e a Leishmaniose.

Gostou da dica? Sempre é bom estar com o cartão de vacinação do seu cachorro em dias. Consulte um veterinário e faça o acompanhamento periódico. Se precisar, conte com a Animale! 


Posts Relacionados

vida-de-princesa-e-vida-de-principe


3 de fevereiro de 2014 Ver mais >
alimentacao-do-seu-pet


4 de fevereiro de 2014 Ver mais >
ilustrativa-newsletter

Cadastre-se e receba novidades no seu e-mail