Pug

imagem-filhote

Os filhotes de Pug são muito fofos. Um cão de companhia por excelência, o Pug é alegre, carinhoso, dócil e amoroso com todas as pessoas da casa.

Função Original: Cão de colo
Área de origem: China
Tamanho médio do macho: 28-30 cm
Tamanho médio da fêmea: 23-25 cm

Características do Pug

Eles são cães de pequeno porte, com uma cara cheia de dobrinhas, um focinho curto e achatado, além de olhos grandes e escuros.

As cores mais comuns da raça variam entre o preto e o abricot, que é um bege claro.

Seus pelos são curtos, finos e lisos. É importante destacar que ele solta bastante pelo durante todo o ano.

Eles têm uma expectativa de vida entre 12 e 14 anos.

Origem do Pug

Pug preto: Conhecendo o cachorro de aparência marcante

O Pug é um cachorro que tem origem na China e é uma das raças mais antigas do mundo! Alguns registros mostram que os Pugs eram cercados de luxo, sendo que seus donos pertenciam à realeza.

Foram os holandeses os responsáveis por trazer esse cão para o ocidente.

A raça já recebeu vários nomes como “Dugollo” na Espanha, “Mops” na Alemanha, mas foi por volta de 1688 que o nome Pug foi atribuído a raça.

Eles foram registrados no American Kennel Club (AKC) em 1885.

Tamanhos e porte do Pug

O Pug tem uma altura que varia de 25 a 30 centímetros e um peso que varia de 6 a 8 quilos.

Personalidade e temperamento do Pug

O Pug é um cachorro de companhia. Eles são muito carinhosos, apegados aos seus donos e fiéis. São muito sociáveis e se dão super bem com crianças, adultos, idosos e outros animais. Amam a companhia e se apegam muito aos donos.

Eles não gostam de ficar muito tempo sozinhos ou isolados e por conta disso eles podem desenvolver ansiedade de separação. É importante que ele seja educado para se acostumar a ficar sozinho e não desenvolva hábitos indesejados.

Para o adestramento vai ser necessário um pouco de paciência, pois eles podem ser um pouco teimosos, mas eles têm capacidade de aprender rapidamente.

Cuidados com o Pug

Alguns cuidados com o cãozinho são importantes para o dia a dia.

Os Pugs costumam soltar muito pelo, por isso é bom manter diariamente a escovação para evitar que os pelos se espalhem pela casa.

Eles não precisam de banhos com uma frequência muito alta, mas é preciso manter uma higienização regular nas suas dobrinhas.

As unhas são fortes e crescem rápido, portanto elas precisam ser cortadas frequentemente para evitar que ele se machuque.

Limpe os olhos dele de vez em quando e os mantenha hidratados para prevenir problemas oculares.

Eles são cachorros braquicefálicos. Isso se refere ao seu nariz achatado. Por conta disso eles têm dificuldades na respiração, o que o faz roncar.

A quantidade de exercício necessária é moderada por conta da sua estrutura física que não permite atividades muito intensas.

Saúde do Pug

Eles são cães com síndrome braquicefálica, ou seja, têm o seu focinho achatado e por conta disso, eles apresentam certa dificuldade de respiração.

Eles não podem realizar exercícios muito intensos, mas manter uma rotina de exercícios como caminhadas, é muito importante pois o Pug tem tendência a obesidade. Escolha bem o horário da atividade para evitar um calor muito intenso que traz malefícios para o Pug.

Esteja atento nas dobrinhas dele pois elas podem facilitar a presença de doenças.

Alimentação do Pug

Os 45 filhotes de pug mais fofos do mundo!

Existem várias opções no mercado, então é importante prestar bastante atenção na escolha feita para a dieta do Pug.

Por conta da sua tendência à obesidade é necessário cuidar da quantidade e qualidade da alimentação, levando em conta a sua idade e peso.

Companheiros

Os Pugs são muito apegados aos seus donos. Eles são muito amáveis e adoram receber carinho, por essa razão ele está sempre buscando a presença do seu tutor e segue por onde ele for

Sociáveis

Os Pugs se dão muito bem com todos. Sejam os adultos, as crianças, os idosos ou até os outros bichinhos da casa ele se dá muito bem com todos e ama as brincadeiras

Dependentes

Os Pugs não são cães de guarda, então eles não lidam bem com a solidão. Deixar o Pug muito tempo sozinho o deixa triste e até estressado. São dependentes da companhia e afeto dos seus familiares.

Curiosos

Principalmente enquanto ainda são filhotes os Pugs são muito curiosos. Eles adoram buscar novos meios para brincar e vão sair pela casa procurando comida, brinquedo ou qualquer coisa que chame a sua atenção.

Teimosos

Embora consigam aprender muitas coisas, o Pug tende a ser bem teimoso. Sua falta de obediência a alguns comandos pode irritar alguns donos, mas muitas vezes o Pug decide fazer apenas o que ele quer, por isso é importante manter a paciência com ele.

Comilões

Pugs adoram comer. Mas por serem comilões sua dieta deve ser bem observada. Sua tendência a obesidade e o aparecimento de alguns problemas de saúde, exigem uma alimentação balanceada.

Outros filhotes

ilustrativa-newsletter

Cadastre-se e receba novidades no seu e-mail