Imagino que isso já aconteceu com você: o seu doguinho ou gatinho te vê comendo alguma coisa e vem com olhinhos pidões pedir por um pedaço. É claro que não tem como recusar, certo? Mas atenção, nem tudo o que nós comemos pode ser consumido por eles, por isso devemos ter cuidado em relação a pets e frutas.

No artigo de hoje vamos falar um pouco sobre quais frutas você pode oferecer para gatos e cachorros, sem prejudicar a digestão do animal. Veja a lista.

Frutas para cachorro

Existem frutas que podem ser oferecidas sem problemas para os doguinhos, porém sempre em pequenas quantidades, pois o excesso por ser prejudicial à saúde deles. E fica o aviso para não dar uvas aos cachorros, pois são tóxicas para eles.

Abacaxi

O abacaxi é rico em vitamina A, vitaminas do complexo B, além de cálcio, fósforo e potássio. Porém, deve ser consumido com moderação, já que o seu sabor levemente ácido pode causar lesões no sistema gastrointestinal do pet

Banana

Essa fruta oferece ao pet boas doses de vitamina A e de vitaminas do complexo B, assim como de minerais. Mas deve ser oferecida com moderação, pois seu alto teor calórico e em frutose pode levar ao desenvolvimento de obesidade e diabetes.

Laranja

Assim como o abacaxi e outras frutas cítricas, a laranja não pode ser consumida em excesso, a fim de evitar uma irritação no sistema gastrointestinal do pet. Na hora de oferecer ao animal remova a casca, os caroços e a “pele” branca que envolve os gomos.

Maçã

Uma boa fonte de vitaminas A, B, C e E, a maçã também é rica em fibras, em especial na casca. Porém, quando for servir ao pet retire as sementes, pois elas podem causar obstrução gastrointestinal e até intoxicação.

Mamão

O mamão é rico em vitamina A, fibras e minerais, além de que pode ser usado em receitas, como o picolé. Mas lembrando aqui que essa fruta tem efeito laxativo, e se consumida em excesso pode causar diarreia. 

Melancia

A melancia é muito rica em água, e por isso, ótima para refrescar o pet em dias quentes. Além disso, ela auxilia na hidratação e é rica em vitamina A. Na hora de servir, lembre-se de retirar a casca e as sementes.

Frutas para gatos

Continuando a falar sobre pets e frutas, os gatos também tem aquelas que eles gostam e podem comer. Vamos falar de algumas abaixo. Mas fica aqui o aviso daquelas que devem ser evitadas, não dê uva, uva passa, abacate e nem frutas cítricas, pois elas podem trazer problemas de saúde aos bichanos.

Maçã 

Com seu alto teor de fibras e pouca gordura, a maçã é uma boa opção de petisco para gatos que estão acima do peso, pois melhora o seu metabolismo. Mas não esqueça de retirar as sementes antes de oferecer ao bichano.

Morango  

Se oferecido em pequenas quantidades, o morango pode fortalecer o sistema imunológico do pet, prevenindo várias doenças. Apenas não exagere, pois, como fruta cítrica, ela pode causar problemas estomacais nos gatos.

Melão 

O melão contém muita água em sua composição e por isso é uma ótima forma de manter o bichano hidratado em dias quentes. Na hora de servir, não esqueça de retirar as sementes e a casca da fruta.

Melancia 

Outra fruta que ajuda na hidratação dos felinos, a melancia também é rica em potássio e vitaminas A, B-6 e C, o que ajuda a melhorar as funções musculares. Para servir ao pet, lembre-se de retirar a casca e as sementes antes.

Pera

As peras são uma boa fonte de fibras e das vitaminas A e C, ajudando a fortalecer o sistema imunológico do pet. Na hora de servir, tenha o cuidado de retirar as sementes, pois elas podem ser tóxicas para o animal.

Banana

A banana é rica em potássio, o que pode ser muito benéfico para o seu gatinho, porém seu alto teor de açúcar e carboidrato não são tão bons assim. Por isso, sempre ofereça em quantidades pequenas e em intervalos maiores de tempo para não acarretar problemas de saúde.

Gostou das nossas dicas sobre pets e frutas? Compartilhe com os amigos e mostre a eles quais as melhores frutas para oferecer aos animais de estimação. Até a próxima!

Quer saber mais sobre a saúde do seu pet?

Por que levar seu pet ao veterinário?

Está chegando uma das datas mais lindas do ano. Tempo de muita confraternização e alegria que não pode faltar comida boa. Inclusive, a ceia de natal é uma refeição aguardada  ano inteiro e muitos membros da família se reúnem para compartilhar. 

Sabem quem mais fica eufórico com o tanto de comida à mesa? Ele mesmo, o seu pet! E muitos donos têm o costume de dar algum petisco da ceia de natal para o animalzinho, principalmente aos cachorros, que costuma fazer a cara de “pidão”. 

No entanto, é preciso saber que alguns alimentos podem ser bastante prejudiciais para esses animais. E como é bastante difícil resistir quando eles estão pedindo alguma coisa, preparamos esse artigo com alguns alimentos da ceia de natal que estão permitidos e outros que não podem ser dados para os pets. 

Vamos conferir? 

Alimentos que são permitidos

  • Chester ou peru: é um alimento permitido e que faz bem aos cães, mas é importante oferecer pequenas porções e somente a carne branca.
  • Bacalhau: peixes são nutritivos e bem-vindos, mas só podemos oferecer o bacalhau fresco ou congelado, pois o seco possui uma quantidade muito elevada de sal;
  • Tender ou presunto: desde que seja oferecido sem gordura e tempero e em quantidades mínimas. Atenção com o presunto industrializado, pois contém uma grande quantia de conservante e sal;
  • Arroz: está liberado, tanto o branco quanto o integral, desde de que seja sem tempero e oferecido em pequenas porções;
  • Legumes e frutas: alguns alimentos que não participam tanto assim da ceia de Natal, mas estão presentes em nosso dia-a-dia e são ótimos aliados da saúde canina são banana, batata doce, abóbora, cenoura, brócolis e maçã, por isso, pode oferecer sempre ao seu amigo peludo, sem tempero, sal, açúcar e em pedaços mastigáveis, de forma que ele consiga digerir facilmente.

Alimentos proibidos da ceia de natal

  • Salpicão: por ser uma mistura muito densa para o estômago canino, não ofereça ao seu amiguinho de quatro patas, além disso, contém maionese e uva passa, que são alimentos proibidos para eles;
  • Farofa: é rica em sal e gordura oxidada, por isso deve ser mantida bem distante do seu cachorro;
  • Molhos: são muito ricos e fortes para o estômago delicado dos cachorros, o que pode causar pancreatite;
  • Rabanada: frituras são proibidas para cachorros, pois possuem gorduras oxidadas, prejudiciais a saúde e além disso, contém muito açúcar;
  • Panetone: a quantidade de açúcar nas frutas cristalizadas e na massa doce o tornam um alimento proibido;
  • Chocotone: extremamente proibido! O chocolate possui um composto químico chamado teobromina que pode intoxicar os cães, e em quantidades elevadas pode ser fatal;
  • Nozes: evite todas elas e cuidado especial com a macadâmia, ela é tóxica para os cães e alguns cachorros apresentam alergias a este tipo de alimento;
  • Uva: apesar de muitos oferecerem uva aos seus cães, elas foram recentemente associadas à falência nos rins;
  • Vinho: bebidas alcoólicas são terminantemente proibidas! Os cachorros são muito mais sensíveis ao álcool do que os humanos e até mesmo uma pequena quantidade pode causar intoxicações significantes.

Gostou das dicas? Agora é só colocar em prática e ficar bem atento na hora de dar aquela desviada de comida da ceia de natal para o doguinho.  Até a próxima! 

ilustrativa-newsletter

Cadastre-se e receba novidades no seu e-mail