De pelo curto e carinha enrugada, não tem quem não se apaixone pelos pugs. Essa raça chinesa é uma ótima companhia, tem personalidade tranquila e é bem sentimental.

Para exaltar ainda mais esse pet super fofo e popular, hoje nós viemos trazer oito curiosidades sobre os pugs que você provavelmente não sabia. Vamos conferir?

1. Ele veio da China

Pode não parecer por conta da sua popularidade em outros países, principalmente pela Europa, mas as raízes dos pugs estão na China. Alguns cães semelhantes à raça foram encontrados lá por volta de 1700 a.C e acredita-se que esse pet é resultado do cruzamento entre lo-sze, lion dog e o pequinês.

2. Companheiro

Diferente de muitas raças que foram usadas originalmente como cães de caça, os pugs sempre foi um pet destinado à companhia. Ele migrou da China para a Europa como um presente entre os comerciantes dos países, ficando mais populares ao caírem nas graças da nobreza. A rainha francesa Maria Antonieta teve um pug.

3. Cãozinho teimoso

Os pugs tendem a ter suas próprias vontades e não gosta muito de obedecer ao dono. Sua teimosia dificulta o adestramento, sendo que é possível ensinar o que fazer e não fazer para eles, mas precisa de paciência. Além disso, esse pet é sentimental e fica magoado quando leva bronca, se tornando ainda mais teimoso depois disso.

4. Cheio de fome

Aposto que as imagens de pug que você viu eram sempre de cachorros roliços e cheios de dobrinhas, certo? Esse pet gosta muito de comer e tem tendência à obesidade, por isso os donos precisam ficar atentos à alimentação dele, além disso, precisam colocar exercícios na sua rotina diária.

5. Que preguiça!

Outro fator que pode ser um agravante ao sobrepeso dos pugs é que ele não é um doguinho muito ativo. Quando filhote, esse pet costuma ser bem brincalhão e enérgico, mas conforme vai ficando mais velho pode preferir os cochilos e a tranquilidade.

6. Cuidados especiais

As dobrinhas do pug são um charme, mas precisam de atenção especial por parte dos donos. Elas devem ser limpas regularmente para evitar que assaduras ou fungos apareçam e incomodem o pet. Além disso, a raça tem um focinho achatado, o que faz com tenha dificuldade em respirar, por isso não exagere nos exercícios com ele.

7. Pelos por toda parte

Mesmo com a pelagem curta, os pugs tem tendencia a soltar muitos pelos pela casa. Para evitar isso, o dono deve escová-lo todos os dias e também garantir que ele tenha uma alimentação de qualidade, evitando comidas e petiscos caseiros.

8. Siga o mestre

O pug é um pet muito apegado ao dono, por isso mesmo que ele tem a mania de ficar andando atrás das pessoas da família, sendo praticamente uma sombra. Esse cachorro não gosta de ficar sozinho e sempre vai buscar por companhia e carinho. 

Gostou das curiosidades sobre o pug? Você conhecia todas elas? Compartilhe com os amigos e chame todos para conhecerem as fofuras que temos aqui na Animale Petshop.

Nem todo mundo dispõe de uma casa grande e com quintal, na verdade, com o crescimento dos grandes centros urbanos é bastante comum morar em apartamentos ou lares menores. Se você é desse time, mas não quer abrir mão de ter um companheiro canino, não se preocupe, existem cachorros pequenos que se adaptam a ambientes limitados.

No artigo de hoje viemos apresentar algumas raças de cachorro que não crescem muito e podem ser melhor acomodadas em espaços pequenos. Veja mais sobre elas a seguir.

1. Pinscher 

O Pinscher é bastante popular entre os cachorros pequenos. Com quatro tamanhos diferentes, que vão do Pinscher 0 até o miniatura, ele atinge no máximo 31 centímetros de altura. Mas não se engane pela baixa estatura, essa raça é muito enérgica e territorialista. 

Esse pet pode não se encaixar tão bem em apartamentos, já que eles precisam de espaço para gastar toda a sua energia. O ideal é que seu dono saiba disso e esteja preparado para participar de várias brincadeiras e atividades com o pet. Para mais detalhes sobre esse cachorro veja o nosso artigo clicando aqui.

2. Fox Paulistinha 

Outra raça cheia de energia, o Fox Paulistinha também precisa de uma família disposta a entrar na brincadeira junto com ele. Um cachorro muito companheiro, eles gostam de estar sempre perto dos seus donos, o que demanda bastante carinho e atenção por parte deles.

Sua altura chega até os 40 centímetros, ele possui uma saúde de ferro e não solta pelos pela casa. Para conhecer mais características desse pet confira o nosso artigo clicando aqui.

3. Yorkshire Terrier

Essa raça é bastante popular entre moradores de apartamento por ser dócil e inteligente. O Yorkshire é muito companheiro e sempre vai buscar maneiras de chamar a atenção do seu dono, ideal para pessoas que vivem sozinhas e querem companhia.

Mesmo propenso a ambientes pequenos, essa raça precisa de um lar com muitos brinquedos e estímulos para que gaste a sua energia. No tamanho é inconfundível, o Yorkshire chega até os 24 centímetros. Saiba mais sobre o pet no nosso artigo.

4. Maltês

Com sua pelagem longa e branca, o Maltês chama a atenção por sua fofura logo de cara. Esse pet vai ficar feliz de brincar com o dono, mas não precisa gastar tanta energia quanto as raças citadas anteriormente, por isso pode se adaptar mais fácil ao ambiente do apartamento.

Porém, esse pet tem tendência a se apegar muito ao dono, por isso não é indicado para pessoas que passem longas horas fora de casa. Para evitar que ele fique possessivo, o ideal é adestrá-lo desde cedo e quanto ao tamanho, o Maltês chega até os 25 centímetros de altura.

5. Pug

Com uma personalidade não muito enérgica e uma estrutura física que dificulta atividades intensas, o Pug é uma boa opção para quem mora em apartamentos e procura cachorros pequenos. Chegando a ter no máximo 30 centímetros de altura, este é um pet muito fofo e companheiro.

Porém, o dono deve estar atento à alimentação do pet, pois o Pug tem tendência à obesidade. Além disso, essa raça não gosta de passar longos períodos sozinhos e vai precisar de mais tempo dedicado a ele.

6. Shih Tzu

Amigável, inteligente e muito apegado aos donos, o Shih Tzu é um ótimo companheiro para todos os momentos. Seu pequeno porte, que não passa dos 30 centímetros, faz dele um bom pet para ambientes limitados, desde que haja tempo para brincadeiras e outras atividades que gastem a sua energia.

Muito elegante, o Shih Tzu chama a atenção com seus pelos longos e fofos. Essa raça gosta de estar sempre na companhia dos donos, por isso é indicada para famílias que tenham pelo menos uma pessoa dentro de casa para ficar com ele.

7. Bulldog Francês

Chegando até os 35 centímetros, o Bulldog Francês consegue se adaptar bem a ambientes pequenos. Essa raça gosta de gastar a sua energia em atividades mais tranquilas e geralmente se relaciona muito bem com a família.

Apesar disso, o Bulldog Francês não deixa de ser bem agitado, com tendência a destruir coisas pela casa. O ideal é que ele seja adestrado desde cedo, dessa maneira vai se tornar um excelente companheiro para o lar.

8. Lulu da Pomerânia ou Spitz Alemão Anão

O Lulu da Pomerânia ou Spitz Alemão Anão é reconhecido de longe pela sua pelagem abundante e fofa. Por baixo de todo esse pelo, nós encontramos meros 25 centímetros de altura, mas não que isso o incomode, já que ele assume uma postura de combate se perceber qualquer ameaça.

Com o adestramento correto, o pet vai ficar mais calmo e ser um companheiro perfeito para os donos e também crianças. Bastante brincalhão, o ideal é ter espaço e objetos para praticar algumas atividades com ele e, assim, gastar toda a sua energia 

9. Chihuahua

Um dos menores da nossa lista, o Chihuahua chega até os 22 centímetros. De personalidade forte, esse cachorro é muito corajoso e tende a não se dar bem com estranhos. Seus donos devem investir no adestramento desde cedo para evitar problemas comportamentais.

De grande lealdade, esse pet costuma ser bem próximo ao seu dono. Carinhoso e brincalhão, é necessário investir em algumas atividades para gastar a sua energia.

10. Poodle Toy

Outra raça bem popular para quem busca cachorros pequenos. O Poodle Toy, além de fofo, é bastante sociável e costuma se dar bem com seus donos e também com estranhos. Bastante inteligente, essa raça é obediente e de fácil adestramento.

O Poodle Toy também adora brincar com o seu dono, possuindo uma energia relativamente alta para gastar. No tamanho, ele não passa dos 28 centímetros e se adapta bem a espaços pequenos.

Gostou do artigo? Compartilhe com os amigos e mostre a eles quais os cachorros pequenos para se ter em ambientes menores. Chame todos para conhecerem as fofuras que temos aqui na Animale Petshop e venha escolher aqui o seu próximo companheiro pet.

ilustrativa-newsletter

Cadastre-se e receba novidades no seu e-mail