Os cães Siberianos, são bastante alegres e terrivelmente energéticos. Além disso, eles são reconhecidos por serem teimosos e, por esse motivo, se tornam um pouco difíceis para lidar no dia a dia. Mas nada que uma boa forma de adestramento não resolva. Por isso, separamos algumas dicas para você começar a praticar com seu Husky de uma forma simples e prática. Continue com a leitura. 

cachorro husky siberiano filhote em folhas amarelas

Compreenda o Husky

O primeiro passo é reconhecer esse treinamento, como uma prática essencial para conhecer melhor o cachorro peludo. Então, entenda como uma oportunidade de se aproximar mais e aprimorar a sua comunicação com ele. Entendendo mais quais são as linguagens de comando mais eficientes para ele entender você, e você, a ele. 

Tenha uma posição alfa

Os cães siberianos são da matilha e por serem designados dos povos caçadores-coletores, possuem instintos fortes e por seguirem uma hierarquia, são animais, além de teimosos, também independentes. Por isso, seja firme e não dê brecha ao cão. Caso contrário, você poderá sofrer sérias consequências com maus comportamentos. 

Além disso, não a trate de igual pra igual, sempre comunique-se com ele, de um jeito que entenda que é você quem manda em todas as coisas que vocês vão fazer juntos – comer, passear, brincar e outras coisas. 

Inicie o treinamento desde cedo

Assim como outras raças precisam ser ensinadas desde cedo a seguir regras que seus tutores impõem, com os Siberianos não são diferentes. Eles precisam saber desde muito cedo quais são os limites, o certo e o errado.

No entanto, um Husky Siberiano filhote pode ser ensinado desde os seus primeiros meses, o mais indicado nos seus 3 a 4 meses. Mas, isso não quer dizer que um Husky um adulto também não possa ser adestrado. O processo é um pouco mais árduo, mas é possível.

Saia com seu Husky Siberiano com um Guia 

Para um cão forte como um Siberiano, uma guia pode ser um ótimo recurso para ensiná-los durante uma caminhada em locais abertos. Nesses casos, você pode explorar os comandos, treinando-o a vir até você, por exemplo. E se algo sair do controle, você tem a guia para não deixá-lo fugir ou se rebelar.

Não mude de opinião

De nenhuma forma facilite para um Husky, assim como crianças que se aproveitam quando você abre uma brecha nos ensinamentos ou quando muda de opinião, o cachorro peludo também pode se aproveitar muito bem disso. 

Elogie e recompense seu Husky

Quando você começar a aplicar os ensinamentos de comandos e o seu Husky obedecer, não esqueça de recompensá-lo pela boa ação com carinho ou até mesmo petiscos. Demonstre que ele está fazendo certo, pois é a melhor forma de incentivo, para ele continuar assim.

Os elogios são outra coisa essencial, quem não gosta de ouvir algum, não é mesmo? Por isso, toda vez que ele acertar em algo fale “Muito bem”, “Isso aí amigão” ou “Continue assim”. Pode ter certeza que um Husky ama elogios e tendem a ser cada vez mais fiéis, quando percebem que seus tutores estão orgulhosos. 

Tenha paciência e ensine-os com amor

Como comentamos aqui, os cães siberianos são muito independentes. Realizar o devido adestramento não vai ser uma tarefa fácil. Não desista, mantenha a firmeza e demonstre afeto. Faça com amor, é isso que no fim das contas, mais importa para o cachorro peludo. 

Mantenha os Huskys longe dos felinos 

Os Huskys Siberianos não são violentos, mas, tendem a se estranhar com felinos, como os gatos. Então, evite deixá-los perto de um que possa distrair o cão dos devidos ensinamentos. 

Conclusão:

Gostou dessas dicas? têm praticado com o seu Husky ou já praticou? Então comenta aqui nos comentários a sua experiência e ajude outras pessoas. 

Filhotes de Husky em Fortaleza

Instagram:  https://www.instagram.com/animalepetshop/

Os Huskys Siberianos, também conhecidos como cachorro lobo, tem um histórico de origem entre os povos caçadores-coletores. E por isso, possuem algumas características peculiares de comportamento e personalidade. Apesar da sua semelhança física com um lobo, não é um animal que apresenta ameaças, mas, vivem atentos e desconfiados. Confira mais detalhes neste artigo. 

cachorro husky siberiano na floresta

Temperamentos do Husky Siberiano

De modo geral dá para dizer que os Huskys são bastantes alertas com tudo que os cerca. E não é para menos, são animais que surgiram durante a pré-história entre os povos nômades que a todo momento precisavam ficar atentos, pois, viviam da caça.

Por isso, as personalidades e características deste cachorro peludo, se assemelham com seus ancestrais selvagens, mas, não se preocupe, é um cão muito companheiro e brincalhão para se ter em casa. Com alguns cuidados de adestramento, é possível ter uma vida normal com eles.

Como é ter um Husky Siberiano em casa?

Os Huskys gostam de fazer parte da família, são muito sociáveis e brincam bastante. Disposição? Eles têm de sobra, difícil é achar uma pessoa que acompanha o seu ritmo, para brincar com crianças são ideais, pela alta energia e disposição. 

No entanto, se você mora em apartamentos e casas pequenas, você pode sofrer bastante com essa energia do cachorro peludo. Recomendamos que esses cães vivam em lugares de muito espaço e, de preferência, fiquem em lugares abertos. Isso porque eles correm bastante e como você já viu, eles brincam muito.

Além dessas características existem outras que podem fazer você se apaixonar ainda mais por esta raça. Dá uma olhada:

Independentes

Esses cães embora muito afetuosos e amorosos com as pessoas, também ficam muito bem sozinhos. Uma das características que também imita os povos da Ásia, onde se deu sua criação. 

São sociáveis e péssimos cães de guarda 

Esses cachorros geralmente são escolhidos pelos motivos errados. Muitas pessoas acham que eles foram feitos para serem cães de guarda ou de caça, pela sua origem. Mas, não são nem um pouco recomendáveis para tais serviços. O motivo deles serem muito sociáveis até com estranhos, elimina qualquer tipo de probabilidade de servirem para vigia.

Receptivos

Além da socialização que o cachorro faz muito bem com humanos e até outros animais, eles também são cães muito dóceis. Sim, eles gostam de ficar sozinhos, mas se você passou o dia todo fora, pode ter certeza que quando chegar em casa, terá uma recepção calorosa e animada de um Husky.

São fiéis aos seus tutores 

Os Huskyes Siberianos na época dos povos primitivos, foram criados para trabalhar e conviver entre família e por isso, são cachorros muito fiéis e defensores de seus donos. . 

O Husky Siberiano é perigoso?

Por apresentarem um porte médio, a família deve estar atenta aos movimentos bruscos do cão, para não machucar a criança ou passar pela casa derrubando tudo. Apesar disso, são excelentes cachorros para se conviver.

No entanto, às vezes o lado obscuro pode falar mais alto, quando se trata de felinos ou se é atacado por outros animais, pode ficar agressivo e desenvolver este instinto de defesa pessoal. Em relação aos gatos, eles possuem certa estranheza, por isso, mantenha-o longe de um. 

Como a própria história dos Huskyes mostra, eles ajudaram a salvar vidas dos povos indígenas localizados no noroeste do Canadá, que ficaram isolados por causa de uma tempestade, e por sua vez, os cachorros peludos foram responsáveis por transportar medicamentos e suprimentos para a localidade. 

Além disso, os cães perigosos são aqueles que não são dóceis e não podem chegar perto de uma pessoa estranha. Uma vez que os Siberianos são totalmente diferentes e, podem chegar perto de qualquer indivíduo que o receberá muito bem. 

Conclusão: 

Então, agora que você sabe quais são as características e principais temperamentos dos Siberianos, compartilhe com outras pessoas. Eles estão longe de ser cães bravos e não tem quem não goste da sua companhia. 

Filhote de Husky em Fortaleza

Instagram: https://www.instagram.com/animalepetshop/

Os Huskys Siberianos são semelhantes aos lobos, são muito conhecidos como cão de trenó com movimentos rápidos, características amigáveis e gentis. Neste artigo, você vai saber mais sobre a história desta raça que conquista brasileiros e são atrações de filmes americanos famosos. 

Cachorro Husky Siberiano na floresta fundo embaçado

História do Husky Siberiano e origem da raça

O Husky Siberiano é um cachorro peludo que surgiu há 2 mil anos, durante a pré-história, no Rio Kolyma que se encontra no noroeste da Sibéria. A raça foi criada pelos nômades —, tribos errantes e tipos caçadores-coletores ou pastores.

A civilização deste povo deixou os Huskys bastante conhecidos pela sua utilidade em puxar trenós em condições de baixa temperatura e pastorear gados. Você pode notar isso, por exemplo, em muitos filmes americanos, onde os Siberianos fazem sucesso, por serem parecidos com os lobos e surgirem em cenários de neves e muito frio. 

Em 1867, esses cães foram migrados da Sibéria para o noroeste do Canadá, e ajudaram uma população localizada na área americana do país, a transportar medicamentos e suprimentos, em meio a uma tempestade que na época, deixou os habitantes isolados. Este acontecimento foi suficiente para que os Huskys se tornassem conhecidos no mundo todo. 

Por isso, embora os Huskys sejam semelhantes aos lobos, eles não são descendentes dos lobos selvagens do ártico. Contudo, de acordo com a Confederação Brasileira de Cinofilia (CBKC), essa raça faz parte do quinto grupo da família Spitz que também são parecidos com lobos e são separados por tamanhos e portes. 

Husky Siberiano: características da raça 

Este clássico cão do norte, são amigáveis e muito inteligentes – não é de se duvidar, uma vez que surgiram entre os povos caçadores-coletores, não é mesmo? Como comentado, eles têm características e porte parecido com um lobo. 

É um animal com uma beleza excessiva. A pelagem dos Huskys possuem pelos duplos e lisos de comprimento médio e com uma aparência peluda que encanta: são macias e diversas – você pode encontrar a variação entre branco, preto-e-branco, cinza-e-branco, chocolate-e-branco, entre outras.

Os olhos dos Huskys também chamam muita atenção, pois, normalmente tem um contraste com a cor da sua pelagem. São claros e geralmente as cores variam entre: verdes, azuis, amarelos ou castanhos. Porém, alguns podem ter um olho de cada cor, devido a uma anatomia genética. 

Tamanhos e porte do Husky Siberiano 

Os Huskys Siberianos possuem um porte médio e são mais compridos do que alto. A altura pode variar de 50,8 até 59,69 centímetros. Os huskys Siberiano fêmeas, dificilmente passam dos 56 centímetros e os Siberianos machos possuem aproximadamente 53,5 centímetros. 

Peso do Husky

O peso do cachorro lobo é proporcional a sua altura, no entanto, as fêmeas chegam a pesar (15,5 kg) a (23 kg) e os machos (20,5 kg) a (28 kg). Essas medidas são consideradas de acordo com o limite máximo de altura e peso, sem comparar com um porte em específico. 

E o Siberiano Filhote?

Os Siberianos filhotes geralmente têm um tamanho de (6 kg) a (10 kg), sendo proporcional ao seu tamanho que também pode variar. Além disso, identificar se o cão ainda é filhote, é importante saber há quantos meses ele nasceu. Ainda são considerados filhotes, o Husky que possui até 9 meses de vida, depois dos 10 meses, são considerados adultos e possuem uma expectativa de chegarem até os 14 anos, já adultos. 

Husky Siberiano: Personalidade e temperamento

Os Huskys, assim como muitos cães, são teimosos, mas também muito inteligentes. Eles gostam bastante da companhia dos humanos, mas cuidado ao colocá-los ao lado de animais felinos. Eles não são muito amigáveis com os gatos. Fora isso, quase sempre estão dispostos a brincar e demonstram bastante afeto. 

Apesar da sua origem e porte, essa raça não é indicada para ser cão de caça ou cão de guarda, pois não possuem características hostis necessárias para combates em ocasiões de invasores ou a presença de pessoas estranhas. São cães independentes e cheios de energia. 

Adestramento do Husky Siberiano 

No entanto, os os Siberianos possuem uma energia de sobra e sobretudo, são teimosos. Eles podem ser um pouco difíceis de lidar no dia a dia, pois gostam de correr, brincar e por esse motivo, podem até fugir com frequência.

Nesse caso, um bom adestramento do Husky,  resolve, e é recomendado que o cão seja treinado desde filhote. Importante não dar brecha e seguir na consistência, para que os tutores consigam estabelecer regras e atuem impondo respeito do animal. 

É muito fácil que eles assumam o controle por serem bastante descomprometidos com ordens. Mas, é possível não deixar isso acontecer. Não desistir de ensinar é o primeiro passo. Se puder, o apoio profissional para o treinamento, faz toda a diferença. No fim das contas, vale muito a pena investir nesse cachorro peludo. 

Principais cuidados com o Husky 

Os Siberianos exigem cuidados com os pelos, alimentação e saúde. Confira algumas dicas que preparamos para deixá-los confortáveis e saudáveis.

O que um Husky Siberiano pode comer?

Você deve considerar não só o porte do Husky Siberiano, como também o fato dele ter bastante energia. Esse cachorro tem a tendência de não parar por um segundo, e uma alimentação boa é aquela que satisfaça totalmente o animal. Por isso, compre rações específicas para porte médio e alimente-os pelo menos duas vezes ao dia. Para o Siberiano Filhote, a quantidade de vezes deve ser maior. 

Husky Siberiano: cuidados gerais

Essa raça geralmente sofre bastante com tártaro, por tanto, a saúde dos dentes deve ser preservada pelos tutores. A escovação dos dentes é essencial e deve ser feita com frequência. Além dos dentes, as unhas e os banhos também são fundamentais. Procure um profissional para cortar as unhas do cachorro e dê banhos, caso ele fique muito sujo. 

Cuidados com o pelo do Husky

É recomendada a escovação diária do pelo para mantê-los limpos e principalmente, cuidar quando os pelos estão em fase em que estão caindo. Desta forma, os tutores também podem optar por levar o cachorro peludo ao veterinário pelo menos, a cada dois meses para tosar. 

Cuidados com o Husky Siberiano no Brasil

Esse é um dos pontos essenciais sobre os cuidados desta raça. Esses cães são bastante acostumados a temperaturas um pouco mais frias. Por tanto, se você está localizado no sul do país, em estados quentes, atente-se em manter uma temperatura térmica que possa proporcionar conforto ao animal. Em dias mais quentes, adote práticas específicas para cuidar do seu Husky no calor. 

Conclusão:
Não tem como gostar de um Husky Siberiano, não é mesmo? Então, prepare o espaço ideal para este cachorro na sua casa e siga as nossas dicas, que você e sua família vão se dar muito bem com ele. Se você deseja se aprofundar ainda mais sobre os Huskys, temos mais conteúdo em nosso blog. Não deixe de conferir.

Filhotes de Husky em Fortaleza

Saiba Mais: https://www.animalepetshop.com.br/blog/pastor-australiano-conheca-essa-raca-adoravel/

Instagram: https://www.instagram.com/animalepetshop/

husky siberiano filhote

O clima no Brasil não costuma ser o mais frio do Hemisfério Sul e esse é um dos problemas que impedem uma maior popularização dos cães da raça Husky Siberiano por aqui. 

Esses lindões bem parecidos com os lobos são, ao contrário dos primos, animais bem amistosos e amigáveis. Adoram companhia e estão sempre dispostos para alguma atividade.

Conviver com um Husky Siberiano é muito agradável, pois eles são carinhosos e muito espertos. Além disso, são muito fáceis de lidar, mesmo estando em companhia de outros bichinhos e pessoas. 

Vamos conhecer mais sobre a raça? Confira o artigo completo e boa leitura!

A história dos Huskys

O husky siberiano surgiu na Rússia, em uma tribo indígena conhecida como Chukchi lá pela pré-história. Inicialmente o husky siberiano era usado para caçar e posteriormente começaram a puxar os trenós. 

Essa atividade dos cães permitiu às pessoas da tribo se locomoverem com mais agilidade e também ajudou na prosperidade dos moradores. Esse tipo de trabalho deu ao Husky mais resistência física e uma maior tolerância ao frio.

Como eram integrantes da tribo, esses cachorros foram criados com excelentes companheiros e por isso até hoje são extremamente sociáveis. Como já dissemos, eles podem facilmente se dar bem com outros animais e com crianças também. 

Uma fato curioso é que o Husky Siberiano só foi reconhecido pelo American Kennel Club (AKC) cinco anos após um ato heróico da raça. Durante o inverno, uma epidemia de difteria atingiu a cidade de Nome, no Alasca, colocando cerca de 10 mil habitantes em risco.

Várias equipes de huskies percorreram quase 600 km para levar medicamentos aos moradores. A viagem, deveria levar cerca de 25 dias, mas foi realizada em menos de seis em condições extremas. Desde então, a popularidade e a admiração só aumentaram.

Condição física do Husky Siberiano

husky siberiano jovem

Se você está procurando por um cão do tipo mais preguiçoso, que gosta de ficar deitado o dia inteiro, é melhor começar a ver outras raças.

O Husky é muito ativo e ama exercícios físicos. Por conta de sua história trabalhadora eles desenvolveram essa resistência, afinal eram acostumados a puxar trenós de carga na neve. 

O interessante é que para não cansar o Husky Siberiano consegue controlar o seu metabolismo. Ele poupa as suas reservas de gordura e, assim, não fica fatigado e concentra sua atenção no trabalho.

Falando um pouco mais de suas características, o Husk é cachorro de porte grande, podendo chegar até 60 cm e pode pesar entre 26 e 44 kg. 

O Husky Siberiano possui duas camadas de pelo, que protegem os cães do frio intenso. Os subpelos são bem macios e a pelagem superior possui um comprimento médio.

Durante a época de muda eles costumam soltar bastante pelo, especialmente no Brasil e onde o clima é mais quente! As cores são as mais diversas e variam do branco puro até combinações de branco com cinza (mais comum), preto, vermelho e marrom.

Comportamento e personalidade do Husky

husky siberiano adulto

Essa raça é bastante brincalhona e independente. Essa independência faz deles cãezinhos bem teimosos, então é importante adestrá-los desde pequenos.

Sua origem faz com que exercícios físicos sejam imprescindíveis para esses animais. Mas isso não é só questão de saúde, é que eles realmente amam se exercitar.

O Husky Sieriano é muito enérgico então é melhor mantê-lo em uma casa com espaço para que eles possam se sentir à vontade. Logo, não são muito indicados para apartamentos pequenos.

É importante impor limites para os cachorros dessa raça, visto que se tiverem muita liberdade e pouco pulso firme, vão se sentir os donos do pedaço. Fale firme, treine e cuide, pois os Huskys são bem orgulhosos. 

Ainda tem dúvidas sobre o Husky Siberiano? Entre em contato com a gente, será um prazer atender você. Até a próxima!


ilustrativa-newsletter

Cadastre-se e receba novidades no seu e-mail