Assim como os seres humanos, cães e gatos precisam estar em dias com as vacinas para que sua saúde fique estável e seu organismo esteja protegido. A vacinação é um cuidado essencial, pois por meio dela seu pet fica protegido de doenças infecciosas e contagiosas que podem até ser fatais.

Cachorro e gato com veterinário

É claro que é muito importante dar atenção à saúde do animal. Cachorros e gatos apresentam problemas diferentes e muitas vezes específicos, por isso também possuem vacinas próprias, para ajudar a conter o avanço ou a propagação de patologias. 

Muita gente só se atenta à vacinação contra a raiva, no entanto, há uma série de vacinas obrigatórias para os cães e gatos. Hoje vamos falar de algumas das mais importantes para os cães. Vamos conferir? 

Vacina para cães 

Como já dissemos, a vacinação é extremamente necessária para a prevenção de doenças perigosas. Além disso, cada espécie tem suas vacinas obrigatórias, então é importante ficar atento ao período de vacinas na rede pública ou levar seu animal para ser vacinado com um médico veterinário em clínicas e centros especializados. 

A vacinação dos cães é um caso de saúde pública. O “efeito rebanho” causado pela vacinação faz com que quanto mais animais forem vacinados, menor seja a chance de doenças comuns tomarem grandes proporções. Por isso manter o cartão de vacinação do seu amigo atualizado é importante demais! 

O protocolo de vacinação dos cães deve começar quando eles ainda são filhotes, com até 2 meses de idade, para garantir uma proteção completa contra doenças. Mas essas vacinas iniciais precisam ser reforçadas: a 2ª dose com 3 meses e a 3ª dose com 4 meses. 

Outras vacinas e doenças evitadas

Após essas primeiras 3 doses, o animal precisará de reforços anuais das seguintes vacinas: V8, V10 e V12, que serão responsáveis por prevenir várias doenças, são elas:

  • Cinomose (canina): virose que afeta os órgãos respiratórios, apresentando sinais de febre e secreções purulentas. Além disso, ela também atinge o sistema nervoso. É uma doença de alto risco, podendo os cães à morte;
  • Parvovirose (Parvovírus Canino):  vírus que atinge o trato digestivo dos pets. Causa diarreia, febre e imunossupressão. Também é uma doença de grande risco de levar os cães ao óbito caso não seja rapidamente diagnosticada e tratada;
  • Hepatite Infecciosa (Adenovírus Canino 1 – CAV – 1): afeta o fígado dos cães. Gera febre e diarreia sanguinolenta. Nos quadros mais graves pode acabar causando problemas no sistema nervoso. Também pode causar a morte dos bichinhos;
  • Leptospirose: pode ser causada por diversos tipos da bactéria Leptospira. Ataca os rins e o fígado, também podendo levar o pet ao óbito. Além disso, pode ser transmitida aos humanos;
  • Coronavirose (Coronavírus): é bem semelhante à Parvovirose. Também é conhecida como gastroenterite infecciosa canina;
  • Parainfluenza: é uma virose que causa sinais respiratórios como tosse, secreções e febre. Pode ser um dos agentes relacionados com a Tosse Canina, contudo, não é o mais comum.

Outras vacinas recomendadas são: antirrábica, na prevenção da raiva, a Traqueobronquite infecciosa canina, que atua contra a Tosse Canina, a Giárdia e a Leishmaniose.

Gostou da dica? Sempre é bom estar com o cartão de vacinação do seu cachorro em dias. Consulte um veterinário e faça o acompanhamento periódico. Se precisar, conte com a Animale! 

Quais vacinas meu cachorro precisa tomar? E se ele nunca foi vacinado? Quais vacinas ele deve tomar? Essas são apenas algumas dúvidas que com certeza muitos donos de animais tem. Quer saber mais sobre o ciclo de vacinação que o seu pet precisa? Confere aqui com a gente algumas dicas e informações de como agir corretamente sem colocar a saúde do seu pet em risco.

A vacina pet garante a proteção contra várias doenças que acometem os nossos pets. Prevenir é sempre o melhor remédio, por isso é necessário conhecer e manter atualizado todas as doses e o calendário correto das vacinas. Para isso, fique atento e mantenha o cartão de vacina em dia. Assim, seu pet ficará sempre protegido e saudável.

Vale lembrar que todo o processo deve ser organizado e acompanhado por um médico veterinário.

Principais Vacinas

As vacinas que devem constar obrigatoriamente no calendário de vacinação do seu cachorro são as vacinas múltiplas ou polivalentes, v8 e v10, e a vacina antirrábica. As vacinas v8 e v10 protegem os cães contra sete doenças, destacando-se Cinomose, Parvovirose, Hepatite e Leptospirose. A vacina antirrábica imuniza o animal contra a Raiva, uma zoonose transmissível para humanos através de animais, que afeta o sistema neurológico e não tem cura.

Além das vacinas v8 e v10 e antirrábica existem outras doses essenciais para a imunização do seu pet. São elas, as vacinas contra leishmaniose, a giárdia, a tosse dos cães e pulgas.

Vacinação para cães que nunca foram vacinados

Os cães adultos que nunca foram vacinados ou os filhotes que já passaram da época correta de vacinar precisam receber duas doses de vacina múltipla (intervalo de 21 dias) e uma dose de vacina antirrábica. Isso também vale para cães de procedência desconhecida, quando não se tem conhecimento ou certeza sobre o histórico de vacinação.

As primeiras vacinas do seu filhote

Ao nascer, os filhotes têm os anticorpos fornecidos pelo leite da mãe para protegê-los contra microrganismos nocivos a sua vida. Com um tempo, essa proteção começa a desaparecer e os filhotes ficam vulneráveis a doenças infecciosas. A vacinação ajuda a evitar que seu filhote adquira essas doenças.

Quando o filhote é vacinado pela primeira vez ele recebe uma pequena dose de vírus ou bactérias para estimular o sistema imunológico a produzir anticorpos contra esses agentes. Lembrando que os agentes virais e bacterianos estão mortos ou inativos, e por essa razão, são incapazes de provocar doença.

O esquema de vacinação inicia-se com a vacinas polivalentes v8 e polivalente v10, depois a vacina antirrábica, em seguida para tosse dos canis, a famosa vacina da gripe. E por último, a vacina da giárdia, respeitando sempre o intervalo de cada dose que deverá ser iniciado a partir dos 42 dias da idade do animal, garantindo dessa forma  a proteção do filhote. Além dos cuidados da vermifugação e anti-pulgas. Confiram logo abaixo o calendário da indicação das vacinas de acordo com a linha tempo.

Esquema de Vacinação

As vacinas para o seu cachorro deve receber  e intervalos entre as doses devem ficar a critério do médico veterinário que irá cuidar do seu animal e adequar a necessidade e periodicidade da imunização. Abaixo segue um calendário para a vacinação de cães por faixa etária e vermifugação até os seis meses, com as vacinas existentes no mercado  que podem ajudá-los a manter a vacinação do seu pet em dia

Dicas para Vacinação

  • Se possível, opte por vacinar o seu pet em casa. Animais de estimação sentem-se seguros em seus territórios.
  • Cachorros dóceis devem estar com coleira e serem conduzidos por pessoas com porte suficiente para controlá-los e contê-los no momento de aplicar a vacina.
  • Cachorros bravos devem estar com focinheira para não oferecer nenhum risco de agressão ao proprietário, veterinário ou outras pessoas.
  • Crianças não devem conduzir cães para a vacinação.

Não esqueça: A revacinação é anual e o médico veterinário é o único profissional habilitado para elaborar um correto programa de vacinação, bem como avaliar as condições do cão, verificando se ele está apto a receber a vacina. Manter a carteirinha de vacinação atualizada é fundamental para a saúde do seu pet.

Gostou das dicas e informações da vacina pet?

Na Animale Pet Shop você pode contar com a melhor equipe de profissionais assim com a melhor estrutura veterinária para atender o seu pet.

Entre em contato e confira nossos serviços de exames e vacinas.

Setor: (85)999398704

Quando você traz aquela bolinha doce e fofa para sua casa, sabe imediatamente que ela depende de você para tudo. Cabe a você dar a ela todo o cuidado que precisa todos os dias. Precisa de comida nutritiva, muita atenção, treinamento gentil, brinquedos seguros, socialização, uma casa confortável e cuidados veterinários adequados. Isso inclui vacinas para filhotes ao longo de seu primeiro ano.

Qual vacinação os filhotes precisam?

V8 ou V10
(Polivalentes)

Protegem os cães de doenças consideradas graves: Parvovirose, Cinomose, Hepatite infecciosa canina, leptospirose, coronavirose, parainfluenza canina e adenovirose.

Giardia

Vacinação que protege os cães do protozoário que parasita o intestino.

tosse

É uma doença conhecida pelo mundo todo, altamente contagiosa entre cães e de proliferação (contagio) muito rápida. É ocasionada por bactérias

raiva

Vacinação para prevenção de infecção viral do sistema nervoso.

Leish-tec

Vacinação para prevenção de Leishmaniose Visceral Canina

Pro-Heart

Prevenção do verme do coração. É um antiparasitário injetável, indicado para cães a partir de 6 meses de idade.

Calendário de vacinas

O mais importante é sempre manter seu pet saudável e em ambiente confortável, para assim evitar que ele contraia tais doenças, além da vacinação. Consulte nossos médicos veterinários sempre que possível e necessário.

ilustrativa-newsletter

Cadastre-se e receba novidades no seu e-mail